Parcerias Estratégicas, Vol. 14, No 29 (2009)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Patentes acadêmicas no Brasil: uma análise sobre as universidades públicas paulistas e seus inventores

Rodrigo Maia de Oliveira, Léa Maria Leme Strini Velho

Resumo


Esse estudo apresenta um panorama da atividade de patenteamento acadêmico no Brasil. Para tanto, compara, analisa e complementa alguns dados e argumentos da literatura sobre o tema e introduz uma análise do perfil dos inventores acadêmicos. A partir de dados e informa踥es coletadas no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), nos Núcleos de Inovação Tecnologia (NITs) e na plataforma Lattes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), os resultados obtidos evidenciam o recente aumento na atividade de patenteamento acadêmico no Brasil. Desse panorama geral destacam-se: a concentração das patentes acadêmicas das universidades da região Sudeste, especialmente as públicas paulistas; a posiçao da Fapesp como a principal cotitular dessas universidades; as diferentes estratégias de licenciamento adotadas e o elevado grau de maturidade acadêmica dos inventores.


Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.